0

Helder Barbalho assumiu o governo do Pará anunciando que herdara um déficit de R$ 1,5 bilhão – um Estado quase falido.

Baseado nesta premissa, se recusou a pagar o piso nacional aos professores públicos, prometido com pompa e circunstância na campanha eleitoral, e adiou a entrega do hospital Abelardo Santos à população.

Ontem, todos ficaram sabendo que R$ 2,8 milhões de dinheiro público irão enriquecer as contas de artistas como Wesley Safadão e a dupla Bruno e Marrone, entre outros, num festival de verão em Conceição do Araguaia, no sul do estado.

Em Conceição do Araguaia haverá shows de Wesley Safadão, Léo Magalhães e Bruno e Marrone para o evento Verão 2019, na Praia das Gaivotas.

Nesse ano o evento acontecerá graças ao repasse parlamentar de emendas, em sua totalidade, provenientes de emendas dos deputados estaduais Fábio Freitas, Ozório Juvenil, Chamonzinho, Renilce Nicodemos e Miro Sanova, o que representa um montante de R$ 2.880.000,00 para toda a realização do tradicional evento da cidade.

O governo alega que não há recursos da Fundação Cultural do Pará, pois os parlamentares destinam na sua cota no orçamento e dizem como esse dinheiro deve ser aplicado.

O evento movimenta toda a região de Conceição, e ocorre entre os dias seis de julho a dois de agosto, e é uma promoção da Prefeitura Municipal.

Ronaldo Brasiliense
Ronaldo Brasiliense é o repórter mais premiado da Amazônia nos últimos trinta anos. Conquistou os maiores prêmios da imprensa brasileira em uma carreira marcada por reportagens denunciando a corrupção, a malversação do dinheiro público, em defesa da democracia, dos direitos humanos, da preservação do meio ambiente e da cultura dos povos da floresta. Atualmente, Ronaldo Brasiliense é presidente da Academia Artística e Literária de Óbidos (AALO) e da Associação Cultural Obidense (ACOB), que administra o Museu Integrado de Óbidos e promove anualmente o Festival do Jaraqui, além de executar obras com o apoio da sociedade civil obidense e do poder público municipal, como a atual revitalização do histórico Forte Pauxis, marco de fundação da cidade de Óbidos.

Opinião: Safadão e o hospital Abelardo

Anterior

Governo de Helder cria o cargo de ‘Gerente de Sol e Praia’

Seguinte

Pode ser do seu interesse

Comentário

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de Pará