0

Não entendo tanto ódio contra o ministro da Justiça Sérgio Moro.

Se tivessem flagrado ele recebendo propina ou vendendo sentença para libertar bandido eu seria o primeiro a criticar.

Há uma imensa hipocrisia nessa história.

É normal o ministro Gilmar Mendes ligar para o então governador Sinval Barbosa e criticar ação de busca e apreensão da Polícia Federal e prometer que vai falar com o Toffolli?

É normal o ministro Ricardo Lewandowski acertar com os senadores liderados por Renan Calheiros um esquema malandro para não cassar os direitos políticos da ex-presidente Dilma Rousseff? É normal o ministro Marco Aurélio Mello orientar advogados do Lula sobre habeas corpus antes de decidir que sentença em segunda instância não deve garantir prisão dos condenados?

Sérgio Moro é o alvo de ataques sistemáticos. Será que os hackers só tinham interesse em detonar a Operação Lava Jato?

Pronto, falei!

Ronaldo Brasiliense
Ronaldo Brasiliense é o repórter mais premiado da Amazônia nos últimos trinta anos. Conquistou os maiores prêmios da imprensa brasileira em uma carreira marcada por reportagens denunciando a corrupção, a malversação do dinheiro público, em defesa da democracia, dos direitos humanos, da preservação do meio ambiente e da cultura dos povos da floresta. Atualmente, Ronaldo Brasiliense é presidente da Academia Artística e Literária de Óbidos (AALO) e da Associação Cultural Obidense (ACOB), que administra o Museu Integrado de Óbidos e promove anualmente o Festival do Jaraqui, além de executar obras com o apoio da sociedade civil obidense e do poder público municipal, como a atual revitalização do histórico Forte Pauxis, marco de fundação da cidade de Óbidos.

Assassinado o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rio Maria

Anterior

Privatizar terras na Amazônia dará prejuízo

Seguinte

Pode ser do seu interesse

Comentário

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *