1

O juiz Lucas do Carmo de Jesus rejeitou hoje, 05 de outubro, a denúncia formulada pelo promotor militar Armando Brasil contra o candidato ao governo do Pará, deputado Marcio Miranda (DEM) de que teria se aposentado irregularmente como capitão da Polícia Militar do Pará.

A decisão judicial desmonta a farsa montada pelo jornal Diário do Pará, da família Barbalho, do candidato ao governo Helder Barbalho (MDB) que, denunciado na Operação Lava Jato por delatores da Odebrecht e do grupo JBS/Friboi, tentou arrastar Marcio Miranda para o vendaval de denúncias de envolvimento em corrupção que enfrenta.

“Rejeito a denúncia oferecida pelo Ministério Público Militar em desfavor do denunciado Márcio Desidério Teixeira Miranda, pela qual lhe foi imputada a prática do crime de peculato, tipificado no artigo 303, do Código Penal Militar”, sentenciou o juiz Lucas de Jesus, após desmontar, ponto a ponto, a denúncia do promotor militar Armando Brasil.

“Determino a remessa de cópia integral dos presentes autos e do Procedimento Investigatório Criminal em apenso ao Ministério Público Estadual e ao Tribunal de Contas do Estado do Pará face o que dispõe o artigo 116, III, da Constituição Estadual para exame da legalidade dos atos de agregação e transferência ex-ofício do denunciado para a reserva remunerada e a adoção das medidas que entenderem cabíveis”, concluiu o magistrado.

Leia a íntegra da decisão do juiz do Carmo de Jesus

Ronaldo Brasiliense
Ronaldo Brasiliense é o repórter mais premiado da Amazônia nos últimos trinta anos. Conquistou os maiores prêmios da imprensa brasileira em uma carreira marcada por reportagens denunciando a corrupção, a malversação do dinheiro público, em defesa da democracia, dos direitos humanos, da preservação do meio ambiente e da cultura dos povos da floresta. Atualmente, Ronaldo Brasiliense é presidente da Academia Artística e Literária de Óbidos (AALO) e da Associação Cultural Obidense (ACOB), que administra o Museu Integrado de Óbidos e promove anualmente o Festival do Jaraqui, além de executar obras com o apoio da sociedade civil obidense e do poder público municipal, como a atual revitalização do histórico Forte Pauxis, marco de fundação da cidade de Óbidos.

Bolsonaro rejeita apoio a Helder e Jader Barbalho

Anterior

Última pesquisa Doxa: Márcio Miranda sobe para 28,2% e disputa 2º turno com Helder Barbalho

Seguinte

Pode ser do seu interesse

1 comentário

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *