0

Já estamos em maio de 2019 e nada de o governador Helder Barbalho (MDB) entregar à população paraense o hospital Abelardo Santos, em Icoaraci, distrito de Belém, o maior do Pará, com 269 leitos, com UTI neonatal, com unidade cardíaca, nefrologia, que o ex-governador Simão Jatene foi proibido de inaugurar por decisão monocrática de uma magistrada.

Pensem em quantas mil pessoas deixaram de ser atendidas nestes mais de 120 dias por pura pirraça do Hélder Barbalho, que pretende inaugurar um hospital com dez andares, onde não colocou um esparadrapo, como se fosse seu.

É a velha política nefasta do me engana que eu gosto…

Ronaldo Brasiliense
Ronaldo Brasiliense é o repórter mais premiado da Amazônia nos últimos trinta anos. Conquistou os maiores prêmios da imprensa brasileira em uma carreira marcada por reportagens denunciando a corrupção, a malversação do dinheiro público, em defesa da democracia, dos direitos humanos, da preservação do meio ambiente e da cultura dos povos da floresta. Atualmente, Ronaldo Brasiliense é presidente da Academia Artística e Literária de Óbidos (AALO) e da Associação Cultural Obidense (ACOB), que administra o Museu Integrado de Óbidos e promove anualmente o Festival do Jaraqui, além de executar obras com o apoio da sociedade civil obidense e do poder público municipal, como a atual revitalização do histórico Forte Pauxis, marco de fundação da cidade de Óbidos.

Simão Jatene desafia publicamente Helder Barbalho

Anterior

Ex-prefeito de Belém Duciomar Costa é condenado a cinco anos de prisão

Seguinte

Pode ser do seu interesse

Comentário

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de Pará