1

Em queda nas pesquisas, Helder Barbalho (MDB) partiu para a baixaria – ou tudo ou nada – contra seu principal opositor na disputa pelo governo do Pará, o deputado estadual Marcio Miranda(DEM), presidente da Assembleia Legislativa, atacando de forma sórdida seu adversário no programa de TV, no horário eleitoral gratuito, com calúnias e difamações.

Acusações, sem provas, de suposto enriquecimento ilícito e tráfico de influência contra Marcio Miranda deram a tônica nos dois últimos programas na TV do filho do notório senador Jader Barbalho (MDB), tentando macular seu adversário, que faz campanha propositiva exibindo mãos limpas e nenhum envolvimento com atos de corrupção ou com a Operação Lava Jato.

As agressões mostraram que bateu o desespero na campanha de Helder, principalmente depois das fracassadas caminhadas por Belém e Ananindeua e da sonora vaia que o candidato Barbalho levou no domingo passado durante om encerramento da Feira Agropecuária de Castanhal, a terra de Marcio Miranda.

A lógica nos levaria a supor que Helder Barbalho atacaria o segundo colocado na disputa ao governo, segundo o Ibope, o senador Paulo Rocha, do PT – que esta semana deu entrevista anunciando que, em hipótese alguma, se aliará ao MDB no Pará, acusando seus líderes regionais de traição. Mas, não: Helder Barbalho ataca Marcio Miranda tentando estancar seu crescimento geométrico nas pesquisas eleitorais, o que já garante um segundo turno eleitoral, aumentando sobremaneira as possibilidades de uma nova derrota de Helder Barbalho nas urnas.

Helder Barbalho também tenta reverter sua alta rejeição em Belém, superior a 50% – ele é o mais rejeitado junto ao eleitor paraense, segundo os institutos Doxa e Ibope – e em grandes colégios eleitorais como Ananindeua, Marabá e Castanhal, o que inviabiliza qualquer possibilidade sucesso na disputa eleitoral.

Então. não se espante: a cada ponto percentual perdido,o filho de Jader Barbalho recrudescerá a baixaria em sua campanha, lastreado pela repercussão nos veículos de comunicação de sua família, mais uma vez usados e abusados em favor de sua candidatura, na cara do Ministério Público Eleitoral.

Mais um vez, apesar de toda a baixaria, Helder Barbalho não passará.

Ronaldo Brasiliense
Ronaldo Brasiliense é o repórter mais premiado da Amazônia nos últimos trinta anos. Conquistou os maiores prêmios da imprensa brasileira em uma carreira marcada por reportagens denunciando a corrupção, a malversação do dinheiro público, em defesa da democracia, dos direitos humanos, da preservação do meio ambiente e da cultura dos povos da floresta. Atualmente, Ronaldo Brasiliense é presidente da Academia Artística e Literária de Óbidos (AALO) e da Associação Cultural Obidense (ACOB), que administra o Museu Integrado de Óbidos e promove anualmente o Festival do Jaraqui, além de executar obras com o apoio da sociedade civil obidense e do poder público municipal, como a atual revitalização do histórico Forte Pauxis, marco de fundação da cidade de Óbidos.

Eleitor rejeita xenofobia de Helder

Anterior

TRE indefere Mário Couto e Wlad, beneficiando Jader

Seguinte

Pode ser do seu interesse

1 comentário

  1. Bom dia!
    Sou morador da cidade de Tracuateua,gosto muito da coluna do Ronaldo Brasiliense,é um reporter que combte a corrupção de forma ferrenha,lia sua coluna todos os domingos no jornal o liberal,infelizmente os maioranas sr aliaram a familia barbalhos,portanto não sou mais leitor de o liberal,fui assinante por mais de 20 anos,mandei cancelar minha assinatura depois desta aliança,hj sou leitor assiduo deste portal.

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *