0

A farsa montada em torno do traficante Gordo do Aurá pode ter arrastado o candidato Helder Barbalho (MDB) para o fundo do poço, como mostra a pesquisa Doxa publicada neste sábado, que aponta a vitória do candidato Márcio Miranda (DEM) com 51,9 por cento, contra 48,1 por cento para o filho de Jader Barbalho.

Helder despencou quatro pontos percentuais em relação à última pesquisa Doxa, o que pode ser um indício de que o eleitor paraense percebeu a farsa engendrada pela campanha de Helder, tentando ligar a imagem do Gordo do Aurá à do candidato Márcio Miranda e à do governador Simão Jatene.

A estratégia deu errado, o tiro saiu pela culatra. Helder Barbalho passou as últimas semanas exibindo em seu programa de televisão um depoimento do Gordo do Aurá dando apoio a Márcio Miranda, embora todos saibam que o traficante foi o principal responsável pela vitória de Helder em Ananindeua, no primeiro turno.

A farsa do Gordo do Aurá começou a ser desmontada com a exibição de vídeos onde o traficante discursa ao lado do Dr.Daniel, eleito pelo PSDB como o mais votado deputado estadual destas eleições, e que desde o primeiro turno apoiou Helder Barbalho.

Em um dos vídeos, o vira-casaca Dr.Daniel fala do seu “orgulho em pertencer à família do Gordo do Aurá” e ressalta a vitória de Helder Barbalho sobre Márcio Miranda, numa proporção de três votos a um, em todas as seções do populoso bairro do Aurá.

“O Gordo do Aurá é seu bandido de estimação”, disparou Márcio Miranda, contra Helder, nos debates promovidos pela Record, SBT e TV Liberal, onde Helder tentou exaustivamente colar a imagem do Gordo do Aurá à de Miranda, sem sucesso.

Ronaldo Brasiliense
Ronaldo Brasiliense é o repórter mais premiado da Amazônia nos últimos trinta anos. Conquistou os maiores prêmios da imprensa brasileira em uma carreira marcada por reportagens denunciando a corrupção, a malversação do dinheiro público, em defesa da democracia, dos direitos humanos, da preservação do meio ambiente e da cultura dos povos da floresta. Atualmente, Ronaldo Brasiliense é presidente da Academia Artística e Literária de Óbidos (AALO) e da Associação Cultural Obidense (ACOB), que administra o Museu Integrado de Óbidos e promove anualmente o Festival do Jaraqui, além de executar obras com o apoio da sociedade civil obidense e do poder público municipal, como a atual revitalização do histórico Forte Pauxis, marco de fundação da cidade de Óbidos.

Márcio Miranda vira e passa Helder Barbalho na última pesquisa DOXA

Anterior

Patrimônio de Helder Barbalho inclui até mansão em Orlando não declarada à Justiça Eleitoral

Seguinte

Pode ser do seu interesse

Comentário

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *