0

Duas mulheres disputam o apoio de Helder Barbalho (MDB) para a disputa da Prefeitura de Belém na sucessão de Zenaldo Coutinho (PSDB): a deputada federal Elcione Barbalho (MDB), mãe do governador, e a secretária estadual de Cultura, Úrsula Vidal, que se desfiliou do PSOL.

O grande sonho de Elcione Barbalho sempre foi ser eleita prefeita de Belém. Tentou uma vez, mas foi derrotada na campanha mais baixo nível da história de Belém.

Úrsula Vidal disputou a eleição para prefeita em 2016 e obteve uma votação surpreendente.

Elcione e Úrsula enfrentarão nas urnas o favorito de sempre, o deputado federal Edmílson Rodrigues (PSOL), candidato marcado para perder no segundo turno, como nas últimas eleições.

Orlando Reis, atual vice-prefeito da capital, que apoiou Hélder Barbalho para o governo, supostamente com a promessa que teria o apoio do MDB para concorrer a prefeito, será rifado. Ganhará um carguinho no governo do Estado como prêmio de consolação.

O futuro dirá.

Ronaldo Brasiliense
Ronaldo Brasiliense é o repórter mais premiado da Amazônia nos últimos trinta anos. Conquistou os maiores prêmios da imprensa brasileira em uma carreira marcada por reportagens denunciando a corrupção, a malversação do dinheiro público, em defesa da democracia, dos direitos humanos, da preservação do meio ambiente e da cultura dos povos da floresta. Atualmente, Ronaldo Brasiliense é presidente da Academia Artística e Literária de Óbidos (AALO) e da Associação Cultural Obidense (ACOB), que administra o Museu Integrado de Óbidos e promove anualmente o Festival do Jaraqui, além de executar obras com o apoio da sociedade civil obidense e do poder público municipal, como a atual revitalização do histórico Forte Pauxis, marco de fundação da cidade de Óbidos.

Alça Viária: a verdade, ainda que tardia

Anterior

Construtora A.Gaspar foi condenada pelo TCU

Seguinte

Pode ser do seu interesse

Comentário

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de Belém